Sendo Igreja

Estava refletindo bastante sobre o que chamamos de igreja, o que fomos chamados para ser e etc! Por mais que muitas portas aparentemente tem se fechado contra a propagação evangelho, a igreja do Senhor tem avançado em todo mundo, em todas as esferas da sociedade e ela é imbatível.
 
Quando eu falo de igreja, eu falo sobre nós que temos a beleza de sermos agentes do amor do Pai. 
 
Creio que a igreja tem a responsabilidade de estar em todos os lugares, inclusive os lugares mais obscuros. Obs: Não vai sair e ir para lugares obscuros sem um preparo e sozinho! Temos a responsabilidade de ‘adaptar nossa linguagem[1]’ pra que possamos expressar os sentimentos do Pai a todos.
O olhar do Pai nunca é de condenação ou separação, mas sim de compaixão! Precisamos ter a mente de Cristo e sermos como filhos que ouvem o Pai. 
A razão de muitas vezes não ganharmos um certo grupo da sociedade, é porque algumas vezes estamos tentando fazer o papel de juízes, ao invés de sermos guiados por Deus.
 
Temos o papel de jogarmos a semente e deixarmos com que o Espirito Santo faça seu trabalho. A igreja foi criada para ser revelante, vibrante e fora da caixa. Deus quer nos usar para que as pessoas sejam impressionadas pelo poder e amor d’Ele. 
 
Fomos chamados para andarmos em autoridade e houve um custo alto para que ela nos fosse dada novamente. 
 
Mediante a autoridade e do poder do Espírito de Deus, nós fomos chamados para curar os enfermos, limpar os leprosos, ressuscitar os mortos, expulsar os demônios; e dar de graça o que temos recebido. Mateus 10:8
 
Vamos avante exercendo nossa identidade como filhos/discípulos de Deus nos lugares onde Deus tem nos colocado!
[1] Adaptar a linguagem não é fazer a mesma coisa que o mundo faz, e sim falar de uma forma que não corrompemos a palavra de Deus.